Ao ler este texto, senti como que um abraço reconfortante, um tipo: esclarecimento em forma de STOP, é aqui que faz o click de “isto é O sentido da bagunça”.
Nem que tudo tenha ressoado, porém a leitura é quase que como obrigatória.

In Lux,

http://www.pedroelias.org/artigos/item/36-uma-nova-visao-do-karma

Anúncios